Posts com Tag ‘lixo’


Varrendo a sujeira para dentro do Arroio Dilúvio
Um grupo de garis fez ontem o que jamais se esperaria de profissionais responsáveis pela limpeza de Porto Alegre.
Os trabalhadores descartaram o resultado da varrição em pleno Arroio Dilúvio, já castigado pela imundice dos esgotos de uma parcela da Capital.
Imagens captadas pelo fotógrafo de Zero Hora Arivaldo Chaves comprovam o erro dos garis, que prestam serviço para o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU). Eles foram fotografados por volta do meio-dia de ontem no cruzamento entre as avenidas Ipiranga e Erico Verissimo, no bairro Azenha. Usando uniformes da Cootravipa, empresa contratada pela prefeitura, eles despejavam sujeira dentro do Dilúvio. Carregavam com eles vassouras, carrinhos, pás e cones usados para sinalizar o trânsito nos locais onde varrem.
– Não podem fazer isso, está errado. Pretendemos notificar e multar a empresa – afirmou o supervisor de operações do DMLU, Adelino Lopes Neto.

É o final dos tempos, com toda a certeza. Então o camarada recebe um salário – baixo, com toda a certeza, mas ainda assim um salário – para realizar a limpeza da cidade e, com preguiça de empurrar o carrinho cheio até um local apropriado para o descarte do lixo coletado, simplesmente atira a sujeira no arroio, sem o menor pudor, em plena luz do dia e com todo mundo passando. Claro que a empresa deve ser multada, e em um valor muito elevado. Essas licitações por menor preço – ou maior ‘faz me rir’, você sabe do quê eu estou falando – acabam nisso: contratados absolutamente relapsos, certos que receberão sua parte da bolsa da Víúva no final do mês, prestando um serviço de qualidade duvidosa. Sim, porque se o gari é culpado pelo ato, também a empresa, que deveria fiscalizar o trabalho de seus empregados e esmerar-se para que ele se desse da melhor maneira possível. Mas não, contrato com o erário não é para ser cumprido, apenas (bem) cobrado. Como diria aquele comentarista de telejornal, “isso é uma vergonha”!