Propostas para redução do preço dos automóveis

Publicado: 04/09/2009 por Crânio em Isto é Brasil..., Não há o que não haja!, Um muito sobre nada...
Tags:, ,

Brasileiro é apaixonado por automóvel.

Esta máxima criada por alguma agência de propaganda para a Ipiranga é tão genial que já está no ar há uns 10 anos. Realmente, não importa a condição econômica do brasileiro, o que ele mais almeja é um carro. Claro, quem pode mais, deseja modelos mais luxuosos; quem pode menos deseja o popular basicão; e quem pode menos ainda deseja apenas um usado para incrementar depois.

Mas eis que uma das maiores reclamações recai exatamente sobre o preço dos automóveis. Que o brasileiro não tem a possibilidade de comprar carros melhores devido aos altos preços, que uns dizem que é devido aos impostos (eu discordo), as elevadas margens de lucro das montadoras (concordo em parte) ou ao próprio mercado que paga o preço que pedem (concordo: lei de oferta e procura).

Como não há uma concordância sobre o tema, deixo minhas sugestões para redução dos preços dos automóveis vendidos e/ou fabricados na terra brasillis:

  1. Eliminação do sistema indicador de direção (vulgo pisca-pisca): entre sistemas elétricos e comandos, além da montagem no automóvel, sem falar no desenho de faróis e lanternas que poderiam ficar mais simples, acredito que a redução no preço do veículo ficaria entre R$ 200,00 e R$ 500,00.
  2. Eliminação de espelhos retrovisores: esta mudança representaria economia de R$ 500,00 a R$ 1.500,00, dependendo se é com controle elétrico ou manual. Eliminação também do retrovisor interno!

Como vimos, estas duas alterações poderiam reduzir o preço de um veículo basicão em no mínimo R$ 700,00, deixando o glorioso, imutável e honesto Fiat Mille com preço de R$ 19.300,00, uma redução de 3,5% sobre o preço de tabela atual, ou 3 folhinhas a menos no “carneirinho” BV ou ABN-Aymoré.

Claro, o melhor seria a redução dos preços sem a eliminação destes itens. Porém a utilização destes itens é ignorado pela imensa maioria dos motoristas. Porque cobrar de algo que o uso é apenas eventual ou restrito???

O brasileiro é apaixonado por automóvel, só não sabe utilizá-lo corretamente.

Anúncios
comentários
  1. Otavio jr disse:

    Muito bom o texto. Podemos ampliar a lista de componentes supérfluos. Dependendo do público alvo, acho que poderíamos eliminar também o freio de mão, uma vez que ele se torna um empecilho para a condução do carro, a menos que lembrem de destravá-lo. Para freiar o carro, é só deixar engatado mesmo… da mesma forma podemos eliminar o vidro traseiro… Para quê vidro traseiro se este serve apenas para que o retrovisor interno tenha utilidade… e ainda economizaríamos na instalação da película! Também poderíamos reduzir o tamanho do tanque de combustível para uma quantidade que comporte uns 20 reais de combustível, valor que normalmente é abastecido nas bombas (eu tenho um terço do volume do tanque de combustível do meu carro ocioso). Tchê, temos que desenhar um concept do automóvel para o motorista brasileiro!

  2. BigDog disse:

    Muito bom mesmo… Aliás, ora vejam se não é o Seu Otávio Júnior… Bem vindo, rapá.
    Minha sugestão é a seguinte: vamos reduzir também o que é usado incorretamente pelo excesso. Sou a favor de carro sem buzina. Ou com um dispositivo mais tosco, que dê choque ao ser acionado, que é para o camarada só apertar em último caso e não tiver mais jeito.
    Ah, seria bom também reduzir o tamanho das molas da suspensão, especialmente de carros destinados ao público jovem. Não sei quanto se economiza por ‘volta da mola’ reduzida, mas os bagaços vão cortar mesmo, então é melhor economizar por aí…

  3. Francisco V S Cunha disse:

    Se também parasse a corupção dentro das auto escolas e no Detram onde a troco de dinheiro dão carta de motorista para qualquer um. Venderia menos carros e portanto as empresas automobilisticas iriam achar melhores soluçoes para reduzir os custos dos automoveis, baixando consequentemente os seus preços de venda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s