Serão os bosquimanos diferentes?

Publicado: 15/04/2008 por Crânio em Não há o que não haja!

Estou quase capitulando.

Estou perdendo o tesão!

Não, não se preocupem! Não irei recorrer à pílula azul; ao contrário, quero a pílula vermelha (Matrix).

Será que existe algo diferente neste mundo cultural, que seja razoavelmente palatável? Ou melhor; será que existem povos, comunidades ou até mesmo clãs que possuam uma forma de vida, postura e de expressões culturais que tenham algo de original?

Origem da minha crítica.

Há dois anos atrás lancei-me no desafio de aprender mandarim, a língua oficial da China, o “país do meio”, como eles mesmos se denominam. Meu interesse estava muito além das questões político-econômicas. Mesmo a China apresentando-se como a nova grande potência econômica, com capacidade e possibilidades reais de fazer tremer o império norte-americano, invadindo territórios econômicos com uma voracidade incrível, não estava dirigindo meus esforços neurônio-culturais para lucrar (!!!) com esta nova ordem mundial.

Sempre enxerguei os países orientais através do estereótipo das artes marciais, dos monges tibetanos, da cultura milenar, da simplicidade material e da profundidade cultural. Tenho um viés que podem até chamar de esotérico, mas é apenas a tentativa de compreender o mundo não apenas do ponto materialista explícito. E as culturas orientais traziam algo em seu estereótipo que combinavam com estas minhas idéias. Logo, estudar mandarim poderia me aproximar desta forma de pensamento, a compreender o mundo com os olhos -puxadinhos- dos chineses.

Iniciando os estudos, achei que havia acertado o caminho. Minha “lao shi” (professora em mandarim) é taiwanesa, e possui muito daquelas características citadas acima. Sua espiritualidade é bastante apurada, ao ponto de, mesmo a aula sendo uma vez por semana, reconhecer o “estado espiritual” de cada aluno. No aprendizado dos ideogramas, os “palitinhos” da ortografia chinesa, mais características de uma sabedoria que busca a essência de tudo. Isto me deixou ainda mais animado!!!

Mas eis que a internet e a globalização vieram para deixar este “mundão velho sem porteira” muito pequeno. Conseguimos informações de tudo e sobre tudo a qualquer instante. Então passei a escutar rádios chinesas, para ir treinando minha audição, que é a parte mais complicada da língua chinesa ao meu ver. E fiquei decepcionado! As músicas são muito semelhantes em termos melódicos e sonoros à tudo que escutamos aqui, que é igual ao que se escuta em muitas outras partes do mundo; padronização total.

Agora comecei a olhar um DVD com músicas chinesas, pois preciso traduzir e apresentar em aula. E a decepção foi maior ainda. Se as músicas são iguais na parte sonora, nos vídeos os artistas chineses procuram (mas não conseguem!) imitar os artistas ocidentais. Desde rappers andando em carrões de luxo, passando por danças estilo hip-hop e concluindo-se em bonés para trás e medalhões no peito, temos uma visão muito perturbadora do que é apresentado para uma sociedade. Principalmente para a juventude, que é o público alvo destes artistas. Estão perdendo a identidade em nome de modismos e de uma auto-afirmação, pois querem mostrar-se iguais aos mais ricos e/ou ocidentais.

Ou será que nunca tiveram identidade?

Anúncios
comentários
  1. Crânio disse:

    Cumpadre, não consegui reeditar o texto. favor corrigir o último parágrafo, que possui uns erros de concordância terríveis! Valeu

    • crânio eu vie o seu comentarios e gostei, mais eu tenho una pergunta para voçè, eu componho musicas, com letras boas não com baxaria e tambem fasço as partituras das minhas musicas, de piano que é o que eu toco, e quero vendelas algumas estão prontas e outras ainda faltam as partituras.. voce pode mim dar algumas informações por favor se não for muito encomodo, agradeço>>…

  2. Felipe Wolfarth disse:

    Aulas de mandarim? Eu não sabia dessa história… te mete, hein?
    Crânio bagual!

  3. Natacha disse:

    Eu não sabia que tu tinhas um Blog!!! Gostei do que li . . . Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s