Péssimo filme para uma ótima história

Publicado: 13/04/2008 por Crânio em Um muito sobre nada...

Dentro do meu caldeirão de gostos confusos que fui colecionando, destaco os representantes da sétima arte direcionados ao tema histórico-político. Não que eu viva dentro de salas de cinema, mas gosto de assistir a filmes que me ajudam a compreender melhor a história, a conhecer as personalidades e as tramóias que ocorrem nos subterrâneos do poder.

Há uns dois meses atrás, minha excelentíssima patroa me convocou para, quando estivesse em cartaz, assistirmos ao filme “Jogos do Poder”. Olhei a sinopse do filme e gostei. Bons atores -Tom Hanks e Julia Roberts- e a promessa de uma boa sessão de pipocas e diversão.

O enredo básico do filme é o envolvimento de um deputado federal americano na ajuda ao Afeganistão quando a extinta União Soviética invadiu este país, em 1979. Ao ver a possibilidade de fazer uma guerra contra a URSS sem colocar o nome dos EUA nas manchetes, ele não mede esforços para unir vários setores da sociedade americana e mundial numa cruzada anti URSS. Seguem-se vários momentos de encontros secretos com políticos, agenciadores de armas, liberação de verbas secretas e uma infinidade de outras artimanhas possíveis e não (e nunca serão!!!) relatadas em noticiários. Todos estes movimentos permitiram armar o Afeganistão e fazê-los derrotar a URSS. Pouco tempo depois, desgastados pelo confronto, o governo soviético entra em crise, culminando com a queda do regime comunista. Tudo isto a partir da visão estratégica deste deputado (que no filme é apresentado como um fanfarrão, diga-se de passagem).

A idéia do filme é ótima, pois mostraria o início da queda do comunismo e o início da formação das células terroristas, a partir do dinheiro fornecido pelos americanos. Porém, além de não mostrar claramente o envolvimento norte-americano com Bin Laden, o filme perde-se em diálogos chatos, falta de direção para ressaltar momentos importantes (e frases muito importantes que são ditas no filme), fotografia ruim, pieguismo norte-americano, cenas que muitas vezes não acrescentam ao enredo…resumindo: até eu que gosto deste tipo de filme não encontrava mais forças para manter os olhos abertos.

Perde-se assim uma ótima história em um péssimo filme. E eu perdi R$ 11,50. Mas aceite a minha dica e economize este dinheiro!

Anúncios
comentários
  1. Crânio disse:

    Estou em momento extremamente produtivo. Só não sei se isto é bom ou ruim para a Abric????!!!!

  2. Crânio disse:

    Mais: a poatroa disse que tá lendo a Abric e o barbeiragem, porém achou nosso vocabulário muito rebuscado.
    E em poucos momentos já temos 11 visualizações. Tamo ficando grandão!!!

  3. BigDog disse:

    É bom para a ABRIC, meu! E vê se não perde o embalo… Concordo que a gente se puxa no vocabulário, mas nos comentários… Miguxês total…

  4. Felipe Wolfarth disse:

    Vocabulário rebuscado-gaudério é comigo mesmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s