Ele retornou!

Publicado: 13/04/2008 por BigDog em Isto é Brasil..., Não há o que não haja!, Um muito sobre nada...

Do site oficial do INRI CRISTO, aquele maluco que quer convencer todo mundo que é Jesus Cristo reencarnado (ou coisa que o valha):

A humanidade precisa saber…

que após sobrepujar um processo de falsidade ideológica na Justiça Federal que se arrastou por quinze anos, INRI CRISTO obteve o reconhecimento oficial de sua identidade pelas autoridades terrestres. Em 24/10/2000, o Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Paraná expediu um venerando acórdão determinando que conste seu novo nome, INRI CRISTO, em todos os seus documentos (passaporte, identidade, CPF, etc.). INRI é o nome que lhe custou o preço do sangue na cruz. Significa, em latim, Iesus Nazarenus Rex Iudaeorum (Jesus Nazareno, Rei dos Judeus); em hebraico, Iammim Nour Rouahh Iabescheh (fogo, terra, água e ar); outrossim quer dizer Igne Natura Renovatur Integra: pelo fogo a natureza se renova (“Ao que vencer… escreverei sobre ele o nome de meu DEUS… e também o meu novo nome” – Apocalipse c.3 v.12) e CRISTO, na tradução do grego, quer dizer “o ungido”, no singular (leia a história jurídica de INRI CRISTO completa no livro O Tempo no menu deste site).

– que por ocasião do Ato Libertário perpetrado por INRI CRISTO no interior da catedral de Belém do Pará no histórico 28/02/1982, uma junta psiquiátrica nomeada oficialmente pelo juiz Dr. Jaime dos Santos Rocha examinou-o e disse que, conforme perspectivas otimistas, só poderiam concluir um laudo sobre o Filho de DEUS no dia do Juízo final, alegando que ele atua numa esfera intelectual superior considerada atípica (conforme registrou o jornal O Liberal, arquivado na SOUST) …

Quer continuar lendo? Acesse o site que eu não vou ficar aqui enchendo espaço com insanidades… Vou falar só do que eu entendo razoavelmente: processo de FALSIDADE IDEOLÓGICA na JUSTIÇA FEDERAL, com recurso julgado pelo TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, cujo acórdão mandou retificar o nome de um maluco… Isso é verdadeiramente um milagre: uma coisa que quase ninguém consegue – alterar o nome por motivos de pura vaidade e/ou promoção pessoal – em um processo por crime de falsidade ideológica – cujo pedido obviamente não poderia ser este – movido em um juízo aparentemente incompetente – da Justiça Federal – e cujo recurso foi apreciado pelo tribunal que talvez fosse competente. Sigam o homem, que ele consegue o impossível!

Anúncios
comentários
  1. Crânio disse:

    Cuidado com os falsos profetas!
    Mateus 24, 24
    “Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos”
    Na dúvida, deixo o cara em paz….

  2. BigDog disse:

    Tu tá chamando São Mateus de viado? Essa repetição de 24 não pega bem para o velhinho… E claro que é corneta. Imagina se eu (EU!) vou acreditar nesse maluco…

  3. Crânio disse:

    Putz, deu azar na numeração: capítulo 24, versículo 24..ih…

  4. Felipe Wolfarth disse:

    Mas que côsa mais séria isso! Blasfêmia!
    Cerveja em nóis! Assembléia da ABRIC já!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s