Super(des)interessante

Publicado: 11/04/2008 por BigDog em Ler é uma perca de tempo

Vou ter de dar a mão à palmatória: a Superinteressante está cada vez pior. Nem tanto pela seleção de assuntos – se bem que já está acabando com minha paciência o número de reportagens de capa baseada em algum produto/livro/disco/idéia que querem empurrar – mas pela qualidade do texto. Não vou nem falar dos tais infográficos dos quais eles tanto se vangloriam, porque realmente existem umas ilustrações primorosas. Ocorre que o texto está ruim demais. Trecho da reportagem sobre Nicolau Flamel da edição deste mês:

Ele era rico? Sim, graças ao sucesso da livraria. Mas era mais bacana dizer que seu ouro vinha do chumbo… Ele era bruxo? Não, apenas um químico por hobby. Mas ficava mais misterioso dizer que sua profissão de livreiro era mera fachada para atividades ocultas. Ele era imortal? Não, isso é coisa de outro alquimista, o Paulo Coelho, hehe.

Isso mesmo! “Hehe”, reticências, no melhor internetês. Em pouco tempo, a revista será escrita em miguxês. Eu, francamente, desisti. E pensar que a Super já foi uma revista de iniciação científica, com uma linguagem simplificada, para que os ortolões como eu entendessem. Agora, simplificar demais ou é desvalorização do leitor ou é falta de capacidade de fazer melhor. Em qualquer caso, assinatura cancelada!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s