Vai uma mariola aí, freguês?

Publicado: 05/04/2008 por BigDog em Não há o que não haja!, Um muito sobre nada...

Esta foi uma das piores semanas que já passei, profissionalmente falando. Não que nunca tenha tido problemas no trabalho, isso ocorre freqüentemente com todo mundo, mas o que passei nos últimos cinco dias foi suficiente para fazer metade das pessoas que eu conheço desistir de tudo e tentar o comércio. É inevitável questionar os rumos que se toma ou as decisões que se é forçado a adotar em situações cotidianas de desconforto ou insatisfação, mas jamais pensei que chegaria ao ponto de questionar virtualmente tudo, da profissão escolhida ao local no qual a exerço. Sem entrar no mérito do porquê isso ocorreu, nem ficar aqui relatando fatos enfadonhos e irrelevantes para 99,99% da humanidade, preciso apenas registrar que descobri, a duras penas, que dá para agüentar quase tudo, menos que se duvide da própria sanidade. E já estou me questionando se não enlouqueci de vez e fiz todas as barbaridades que me foram atribuídas. Não gostaria de usar este espaço para coisas deste tipo, desabafos sobre a vida pessoal não devem ser registrados desta forma e sim feitos com aquele amigo do peito em uma mesa de bar, tomando uma cerveja bem gelada e comendo coisas que engordam muito. Mas é que hoje não dá para escrever sobre outra coisa.

De tudo, o que mais me magoa é o fato de não conseguir vender uma imagem mais saudável de mim mesmo, de ser estúpido ao ponto de assumir minha condição humana e dizer que, sim, freqüentemente cometo erros e, não, não vou cortar os pulsos por causa disso. Gostaria de poder convencer os outros que o culpado de todos os meus erros é o vizinho de mesa, que não faço nada errado e, quando faço, é sem consciência plena das barbaridades que estou praticando. Queria que alguém acreditasse que eu sou um vegetal, uma samambaia, que não tem emoções e realmente não se altera, importa ou irrita com os outros, que nunca falo mal de ninguém e que só quero o bem para o próximo. Mas, infelizmente, não consigo dominar essa técnica de interpretação.

Pelo menos o fim-de-semana está aí e vai dar para curtir um pouco a vida, respirar um ar mais leve e puro e sorrir um pouco pelos motivos certos. Porém, segunda-feira tem mais. E só faltam dois dias! Eu, definitivamente, devo ter picado salsinha na tábua dos dez mandamentos em outra encarnação.

Anúncios
comentários
  1. Felipe Wolfarth disse:

    Entendo perfeitamento tuas aflições e sei que, por mais difícil que seja, o negócio é agüentar o tranco e seguir em frente…
    Ah, e rotineiramente ingerir o precioso líquido dourado com os amigos, comendo preferencialmente churrasco, ouvindo boa música e trovando fiado barbaridade, porque sem isso a vida não tem o menor sentido, até quando há falha grave no setor de faculdades mentais.
    É isso.,.

  2. BigDog disse:

    Tu me chamou de maluco ou foi impressao minha??? hehehehehehehe

  3. Felipe Wolfarth disse:

    Para bom entendedor, meia palavra bosta, ops… basta!

  4. Crânio disse:

    Liga o Foda-se e toca o barco em frente….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s