Fertilizante musical

Publicado: 08/09/2007 por BigDog em Mundão da internet, Solta o som...

logo_fairtilizer.jpgVocê já deve ter percebido que a indústria musical como a conhecemos simplesmente acabou. Responda rápido: qual foi o último CD que você comprou? Difícil lembrar, certo? Com o avanço da tecnologia e a possibilidade de copiar qualquer disco em questão de minutos – isso sem falar nas redes P2P da vida – as vendas cairam vertiginosamente e as grandes gravadoras estão assustadas com isso. Afinal de contas, o produto delas é a música em uma mídia específica, seja o LP, cassete, CD ou o que vier. Agora, quando a transposição da música de mídia para mídia, sem qualquer perda de qualidade, se tornou tão banal, em teoria basta que se adquira um único disco oficial para que ele se espalhe por milhares, milhões, de pessoas. Esse processo é irremediável, não adianta tentar incluir DRM nos arquivos digitais, porque essa solução chega a ser vexatória. Qualquer moleque com um computador quebra essa proteção em dois toques, basta ter os programas certos. Se o moleque em questão entender a fundo de TI, aí danou-se. Com as gravadoras quebradas, qual a solução para as bandas e artistas? Aliar-se ao “inimigo” e simplesmente dar de graça o que ele quer, para garantir que ao menos ingressos para os shows sejam vendidos. E nesse mundão da internet, uma iniciativa como o Fairtilizer é uma mão na roda. Para quem gosta e entende de música nem se fala. Dá para descobrir milhares de artistas e bandas que nem sequer se sonhava que existissem. Tem muita porcaria no meio, evidentemente, mas uma seleção criteriosa revela algumas faixas excepcionais. E o melhor, “de grátis”!!! O inconveniente, por enquanto, é que o site está em fase beta e somente permite o cadastramento por convite, o que já dobra o interesse e o desespero de gente que nem sabe do que se trata e provavelmente nem vai usar adequadamente todos os recursos que estão à disposição. Na verdade, se deixarem, muito em breve vamos ter milhares de músicas “engraçadas”, “para dançar”, “suingadas”, e qualquer outra porcaria que agrade a miguxas e miguxos dançadores de axé/pagode. Por isso, cada membro tem a disposição apenas cinco convites para enviar, o que eu acho até uma boa medida. Enfim, tenho alguns convites e posso enviar para alguém que esteja realmente interessado. Vale muito a pena, isso eu garanto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s