A voz da razão foi ouvida!

Publicado: 16/05/2007 por BigDog em Mundão da internet, Solta o som...

Amazon vai vender músicas livres de proteção contra cópias
A Amazon.com afirmou na quarta-feira que vai lançar uma loja de música digital no final de 2007 com milhões de canções sem tecnologia de proteção contra cópias. A companhia informou que a gravadora EMI, casa de artistas como Coldplay, Norah Jones, Joss Stone e Pink Floyd, licenciou seu catálogo digital para a Amazon, o segundo acordo deste tipo em um mês. “A nossa estratégia de termos apenas arquivos MP3 significa que todas as músicas que os consumidores comprarem na Amazon serão livres de DRM e tocarão em qualquer dispositivo”, disse Jeff Bezos, fundador e presidente-executivo da Amazon.com. O Digital Rights Management (Gerenciamento de Direitos Digitais), ou DRM, foi exigido pela indústria musical para conter a pirataria. A tecnologia impede que usuários façam múltiplas cópias; mas seus críticos dizem que isso limita o número de consumidores e, portanto, impede o crescimento do setor.

Até que enfim uma boa notícia. Uma grande empresa como a Amazon teria mesmo de dar este pontapé inicial, porque o DRM é um verdadeiro tiro no pé da indústria fonográfica. Para mim, parece bastante lógico que, entre comprar uma música com proteção que só será reproduzida em um dispositivo específico ou baixar o disco já desprotegido de qualquer uma das oito mil fontes disponíveis na internet, o camarada vá optar pela segunda opção, mesmo que pretendesse não praticar qualquer crime. Ora, se a empresa considera pirataria fazer uma cópia em CD de uma música comprada on-line, é óbvio que qualquer ser pensante vai optar por piratear direto o disco pretendido e utilizá-lo da maneira que lhe aprouver. Trocando em miúdos, se vou cometer um crime, mesmo contra a minha vontade, então vou praticar este delito com estilo! O fim do DRM é uma medida inteligente e acertada, que certamente será seguido por todas as lojas de música da rede, porque o raciocínio básico – é melhor vender alguma coisa do que não vender nada – beira a obviedade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s