Quebrando recordes

Publicado: 10/03/2007 por BigDog em Isto é Brasil...

O Pan-Americando do Brasil vai, sem qualquer sombra de dúvida, ficar para a história do esporte mundial. Os jogos ainda nem começaram, mas muitos recordes já estão sendo quebrados. Infelizmente, estes recordes, apesar de serem todos brasileiros, não dizem respeito a qualquer modalidade esportiva, mas, isto sim, aos gastos com a infra-estrutura necessária para que os jogos sejam realizados. Com um orçamento inicial estimado em R$ 949 milhões, a conta do evento já está em mais de R$ 3,25 bilhões. Ou seja, um “erro” de estimativa de mais de dois bilhões de reais. E o pior: esse dinheiro todo está saindo dos cofres públicos. Dá para pensar muito sobre tudo isto, desvio de verbas, investimentos errados, planejamento deficiente, o que for, mas o fato é que, em se tratando de obra pública, todo mundo sabe que alguém – essa entidade atávica que, no Brasil, nunca é identificada – está levando uma grana pesada por fora. E o nosso supremo mandatário, Molusco I, o parvo, ao invés de determinar uma apuração rigorosa de todos os gastos até agora realizados, acionando o Ministério Público, o Tribunal de Contas e a Polícia Federal, vai fazer demagogia em pleno Maracanã, batendo pênalti de pé descalço e calça enrolada, ao mesmo tempo em que assina uma medida provisória liberando mais R$ 100 milhões para este sumidouro de dinheiro. Declarou ainda, Sua Displicência, que:

“Eu acho totalmente infundado e absurdo imaginar que estamos gastando 10 vezes mais. Nós estamos gastando o custo que foi apresentado como parte do governo federal, e obviamente que nós temos que defender o nome do país, porque quando for aberto os Jogos Pan-Americanos o que vai ficar é a imagem do Brasil”. (Terra Esportes).

Como se ainda não bastasse, declarou nosso amado presidente que havia muita hipocrisia no país ao se condenar gastos importantíssimos como este sob o fundamento duvidoso de que tanto dinheiro poderia ser investido em saúde, educação e segurança. De minha parte, sou um hipócrita assumido e acredito piamente que todo este dinheiro poderia ser investido nestas áreas, já tão carentes de investimentos, o que seria muito melhor para a imagem do Brasil, que deixaria de ser um país conhecido pela precariedade de seus serviços públicos, mesmo que isso significasse não realizar o Pan-Americano. Se bem que muito do dinheiro também ficaria pelo caminho na minha hipótese, mas isto é outra história. O fato é que ninguém vai se importar muito com o assunto, afinal é Pan-Americano, vai ter escola de samba, mulata, festa e a chegada daquele mascote simpático, o Cauê. Ou seria Caô?

Anúncios
comentários
  1. Felipe Wolfarth disse:

    Eu acho importante o Brasil sediar os Jogos Pan-Americanos, como também apóio a realização da Copa do Mundo de 2014 em território nacional.
    Claro que existe desvio de verbas e o diabo-a-quatro, mas isso vai existir independentemente da realização desses eventos.
    Acho que a saída é o Brasil nascer de novo. O que existe está estragado e velho demais para se modificado.
    Agora vai lá no meu blog (http://wolfarth.wordpress.com/) e faz um comentário com conteúdo no post novo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s